Ambiente e sociedade medieval portugueses, historiografia e pistas de reflexão

Résumé : Como em quase toda a Europa, a abordagem do ambiente das sociedades medievais é recente em Portugal. Por outro lado, está fortemente ligada ao desenvolvimento da arqueologia medieval, apesar de existir uma tradição medievalista ibérica de atenção aos fenómenos de antropização, no âmbito do « repovoamento » ligado à Reconquista. Logicamente, o contributo dos medievalistas « ruralistas » é particularmente notável neste novo campo de investigação. Após uma rápida análise das grandes tendências da historiografia existente (sem pretensão à exaustividade, devido à extrema dispersão das publicações, que são, neste domínio, cada vez mais meras notas técnicas, difundidas apenas por via eletrónica), evocar-se-á as potencialidades das fontes escritas, que precisam ser confrontadas com os dados materiais, quando é possível, mas que são as únicas a esclarecer a escala intermédia (regional e local), bem como as modalidades « culturais » dos fenómenos ambientais. Para além das especifiidades das fontes escritas medievais portuguesas, estas pistas de estudo podem também valer para o conjunto do Ocidente medieval.
Complete list of metadatas

https://halshs.archives-ouvertes.fr/halshs-01464682
Contributor : Vanessa Ernst-Maillet <>
Submitted on : Friday, February 10, 2017 - 1:34:24 PM
Last modification on : Wednesday, September 5, 2018 - 1:30:07 PM

Identifiers

  • HAL Id : halshs-01464682, version 1

Collections

Citation

Stéphane Boissellier. Ambiente e sociedade medieval portugueses, historiografia e pistas de reflexão. Rute Dias Gregorio. Abordagens à história rural continental e insular portuguesa, séculos XIII-XVIII , 20, Centro de História de Além-Mar. Ponta Delgada, pp.25-43, 2013, Estudos & Documentos, 978-989849-221-0. ⟨halshs-01464682⟩

Share

Metrics

Record views

74